Livre Power, Lda.

Outubro 26 2010

Num sistema “off grid” é necessário utilizar um controlador de carga, mesmo que seja dos mais elementares, para protecção das baterias, como já tive oportunidade de referir no post de 24/09/2010.

A capacidade do controlador de carga deve estar adaptada à potência do aerogerador.

Se o controlador de carga for de, por exemplo, 4 amperes admite a passagem de corrente até esse valor, não aproveitando o excesso fornecido pelo alternador, o que é um desperdício da capacidade produtiva.

Num aerogerador de pequeno porte, é fácil gerarem-se 300 W ou 400 W. Se a tensão for de 12 V é necessário um controlador de, pelo menos, uma intensidade de 25 A.

Veja-se que como Watts = Volts x Amps, teremos que 300 W = 12 V x 25 A

No vídeo abaixo mostro algumas funcionalidades de um controlador de carga de 40 A, que instalei para substituir o inicial que era de 4 A.

Com os valores disponibilizados pelo display do controlador de carga pode-se calcular a produção do aerogerador num dado momento. No momento da filmagem, com ventos de velocidade normal para o local, ele estava produzindo:

14,9 Volts de tensão eléctrica;

24,1 Amperes de intensidade de corrente, logo

14,9 V x 24,1 A = 359,09 Watts de potência.

Se tivesse o controlador de carga anterior (de 4 A), só aproveitaria:

14,9 V x 4 A = 59,9 Watts.

Desperdiçava 359,09 W – 59,9 W = 299,49 W, ou seja, só aproveitava um sexto da potência gerada!


www.aerogeradores.pt
Visite o Toplist Energia Eólica